segunda-feira, 24 de maio de 2010

FAO usa redes sociais no combate à fome

Facebook, Twitter e YouTube começam a ser invadidas por imagens de pessoas esfomeadas e informações de alerta sobre a fome no mundo

A partir desta terça-feira, 11/05, sites como o Facebook, o Twitter e o YouTube começam a ser tomados por imagens de pessoas esfomeadas e por informações de alerta sobre a fome no mundo. A ideia é chamar a atenção para a situação de cerca de 1 bilhão de famintos, 642 milhões na Ásia e no Pacífico, 265 milhões na África Subsaariana, 53 milhões na América Latina e Caribe, 42 milhões no Oriente Médio e Norte da África e 15 milhões nos países desenvolvidos. A campanha internacional é uma iniciativa da Organização das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação (FAO).
O projeto 1billionhungr usa imagens fortes para ilustrar a pior face da fome. E uma tipografia forte e agressiva para pedir  um basta.
Uma das peças da campanha é um vídeo promocional feito pelo ator britânico Jeremy Irons, no qual ele interpreta um personagem baseado em uma famosa cena do filme "Network".
Eventos para apoiar o lançamento da campanha 1billionhungr foram organizadas em várias cidades do mundo.
(*) Com informações da Agência Brasil.