segunda-feira, 7 de junho de 2010

A prática futebolística nos espaços populares e os “vazios” estatais.

Enrico Spaggiari - 07.06.2010
É possível observar uma pluralidade espaços capitaneados pelo poder público na cidade de São Paulo, pautados por preocupações e objetivos dos mais diversos. Entre os muitos casos, é possível destacar os trabalhos realizados nos Clubes Desportivos Municipais (CDMs) da cidade de São Paulo, unidades descentralizadas do Município de São Paulo, de administração indireta, geridas por duas ou mais entidades civis sem fins lucrativos, regularmente constituídas, com o objetivo primordial de desenvolver atividade desportiva em imóvel público, especialmente cedido a título precário para esse fim. A administração é exercida por uma sociedade civil, regularmente constituída e registrada, integrada por membros das entidades administradoras, que compõem a Diretoria Gestora, o Conselho Fiscal e o Conselho Gestor, cujos membros são eleitos pelos sócios dessas entidades participantes e da população do entorno das instalações físicas dos CDMs. A manutenção dos Clubes Desportivos Municipais é de responsabilidade dessa diretoria eleita.