quinta-feira, 25 de novembro de 2010

... hemisférios para além das linhas ...

"

GASOLINA NA FOGUEIRA

Depois de quebrar o país com políticas ortodoxas, o governo neoliberal da Irlanda anunciou nesta 4º feira um plano de 'ajuste' que inclui: corte da ordem de 20% no salário mínimo; corte de 24.750 vagas no setor público; redução de gastos no setor do bem-estar social, incluindo aposentadorias e aumento do imposto de renda. As empresas foram poupadas.

FERRAMENTA CONTRA O SUBDESENVOLVIMENTO


"...A ideia de planejamento, em países desenvolvidos do hemisfério norte, é considerada coisa de socialista, de comunista. Para eles, não é necessário planejar. O mercado aloca os recursos e garante tudo. Já nos países subdesenvolvidos, a necessidade do planejamento é absoluta”. (ministro Samuel Pinheiro Guimarães,na 1º Conferencia do Desenvolvimento, organizada pelo Ipea. Leia nesta pág. 25-11)"

(Carta Maior - 25/11)

quarta-feira, 24 de novembro de 2010

sexta-feira, 19 de novembro de 2010

... história, cultura e homens ...

“Quando os missionários deram machados de aço aos nativos australianos, sua cultura – baseada no machado de pedra – entrou em colapso. O machado não apenas era raro como sempre fora um símbolo de classe (status), de importância viril. Os missionários providenciaram uma grande quantidade de afiados machados de aço e os entregaram às mulheres e às crianças. Os homens tinham mesmo de pedi-los emprestados às mulheres, o que causou a ruína da dignidade dos machos. Uma hierarquia feudal e tribal de tipo tradicional entra rapidamente em decadência quando se defronta com qualquer meio quente do tipo mecânico, uniforme e repetitivo. Enquanto meios, o dinheiro, a roda, a escrita ou qualquer outra forma especializada de aceleração, de intercâmbio e de informações, operam no sentido da fragmentação da estrutura tribal. Igualmente, uma aceleração extremamente acentuada, com ao que ocorre com a eletricidade, contribui para restaurar os padrões tribais de envolvimento intenso, tal como a que ocorreu com a introdução do rádio na Europa, e como tende a acontecer na América, como resultado da televisão. As tecnologias especializadas destribalizam. A tecnologia elétrica não especializada retribaliza. O processo de perturbação resultante de uma nova distribuição de habilidades vem acompanhado de muita defasagem cultural : as pessoas se sentem compelidas a encara as novas situações como se fosse velhas (....) “
 
Marshal McLuhan, lembrando história contada por Robert Theobald em The Rich and The poor (OS Ricos e os PobreS)
“Os meios de comunicação como extensão do homem”, pg 40
Editora Cultrix
1974

sábado, 6 de novembro de 2010

... conformar ou não conformar: eis a questão!



Sabedoria de vida tem a ver com se conformar e, paradoxalmente, com não se conformar com a realidade.

Sábio é quem sabe que existe uma realidade, que muitas vezes não pode ser mudada. Os sábios a aceitam. Como escreveu o psiquiatra Gerald May, as coisas são como são, queira-se ou não. Logo, é melhor aceitá-las.
Sábio é quem, sabendo que existe a realidade, põe-se a caminho para transformá-la. Os sábios aceitam que há uma realidade a ser alterada.
Sabedoria de vida, portanto, é uma questão de coragem, coragem para aceitar o que não pode ser mudado e coragem para se rebelar, comprometer-se e arregaçar as mangas para transformar o que pode ser transformado.
Os primeiros fazem história, que não guarda seus nomes.
Os segundos fazem história e têm seus nomes inscritos em placas.
Precisamos ser conformados e revolucionários. Ao mesmo tempo.

quarta-feira, 3 de novembro de 2010

... DOPS = direito e democracia?

 Nem aqui, nem na china...

===============================
A tentação de ver
O ministro da Justiça no governo Geisel, Armando Falcão, pronunciava que tanto pela Emenda Constitucional n° 1, de 1969, como pelo AI-5 o país vivia em pleno Estado de Direito e democracia. E, por isso, segundo ele, cabia a censura. Assim, relembrando a proibição ao filme Je vous salue, Marie, impunha: “Se fosse ministro, não deixaria passar. Todo mundo deve ser poupado da tentação de ver”.

Símbolo e base do governo autoritário, a extinção dos DOPS e do aparato repressivo deveriam garantir ao cidadão liberdade de expressão e de ir e vir – pilares da democracia. A difícil marca de ser fichado no DOPS e as dificuldades que esse estigma impõe a uma parcela dos que tiveram suas vidas registradas, somadas às garantias constitucionais que permitem o acesso à informação, ao mesmo tempo em que garantem a preservação da intimidade do cidadão, são os ingredientes que demonstram o quão calorosa é esta seara.

(*) Beatriz Kushnir é mestre em História Social pela Universidade Federal Fluminense e doutora em História Social do Trabalho pela Unicamp. É autora de "Baile de máscaras: mulheres judias e prostituição", organizadora de "Perfis cruzados: trajetórias e militância política no Brasil" (ambos publicados pela Imago) e de "Cães de guarda: jornalistas e censores, do AI-5 à Constituição de 1988" (Boitempo Editorial)

terça-feira, 2 de novembro de 2010

... palavras de Marilena Chauí

Essas palavras de Marilena Chauí, atendem a necessidade de compreensão de muitos brasileiros, entre eles, o Miguel, que não conheço ainda!
-----------------------------------
Hoje vi o programa eleitoral de José Serra, à tarde. O candidato já se apresenta como presidente eleito, falando nas obras do Mundial de 2014 e das Olimpíadas de 2016. É o tal “fato consumado”, de que falei em outro post. A associação do programa eleitoral na TV com as pesquisas de opinião tem, neste momento, o objetivo de criar o fato consumado: Serra presidente!
Mas o que me chamou a atenção, mesmo, foi a promessa de Serra de governar “acima dos partidos”.
A respeito disso, um leitor me chamou a atenção para esta entrevista de Marilena Chauí:










segunda-feira, 1 de novembro de 2010

... Não poderia iniciar novembro diferente...

a ultima postagem...

... dia 11 de outubro foi a ultima postagem no blog... coincidentemente, foi o dia que mudei do apertamento para minha casa! Desde esse dia, vivo o 'inferno astral' do buraco negro da comunicação. Isso mesmo! O local pra onde me mudei, não é servido por nenhuma operadora de internet via ADSL... e a unica forma me conectar ao mundo é através da complicada e limitada tecnologia 3G.

Por isso, a partir de hoje, tentarei atualizar o blog diariamente, tentarei!

Um abraço a todos que acessam ou apenas dão uma passadinha...rs

Ah! Meu filho, o Guilherme tá pra chegar... e como nós resolvemos dar a ele a prerrogativa de vir ao mundo quando ele estivesse pronto, não sabemos bem o dia, mas sabemos que será nesse mês. Então, há qualquer hora, provavelmente, ficarei alguns dias sem atualizar o blog novamente...rssss!!!