sábado, 29 de janeiro de 2011

... notícias da saúde em Cuba ...

Crônica de um dos homens do ano
extraído de Cubadebate
clip_image001

O Dr. Marcus Dutra em Nabasanuka.

O dr. Marcus Dutra, médico brasileiro, graduado na Escola Latinoamericana de Medicina (ELAM), escreveu à jornalista Arleen Rodríguez um comentário, a propósito do artigo 'O Homem do Ano' (leia abaixo), que não queríamos deixar de compartilhar com nossos leitores. Marcus se encontra prestando serviços em uma comunidade indígena chamada Nabasanuka, no Estado de Delta Amacuro, Venezuela.

Arleen querida,
Não havia visto o texto que escreveste para o Cubadebate, obrigado pelas palavras que me dedicas. É certo que se não fosse pela Revolução cubana e pela Revolução bolivariana jamais sería possível nada disso.
E que casualidade que me tenhas enviado hoje o correio eletrônico com o teu artigo. Ontem à noite, às 04h00 da madrugada em ponto, realizei um parto de uma mulher com eclampsia (afecção grave que ocorre geralmente no final da gravidez, caracterizada por convulsões associadas à hipertensão arterial). Convulsionou, apliquei-lhe todo o tratamento e as medidas dentro do possível, pois não contava e não conto aqui com todos os recursos de um hospital nem tinha tempo para trasladá-la a outro centro porque era de madrugada.

sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

... para momentos de dor, dúvida ou angústia ...

... utilidade pública, coletiva e cidadã ...

Processo Seletivo Simplificado para contratação temporária de pessoal para as Unidades de Educação Profissional da Secretaria de Ciência e Tecnologia do Estado de Goiás.

Edital de Processo Seletivo Simplificado nº. 001/2011 – SECTEC 
A Secretaria de Estado de Ciência e Tecnologia do Estado de Goiás – SECTEC, por meio da Superintendência  de  Educação  Superior  e  Profissional  -  SUESP,  conforme  processo 201100018000039,  torna  público  que  realizará  Processo  Seletivo  Simplificado  - PSS  para  contratação  de  pessoal,  por  tempo  determinado,  para  provimento  de  vagas  de Professores  Substitutos e de Apoio Administrativo, de suas Unidades de Educação Profissional, conforme discriminado nos Quadros I a XIV, deste Edital.
As inscrições poderão ser feitas no período de 26 de janeiro de 2011 a 04 de fevereiro de 2011, no horário das 08 às 22 horas nos seguintes locais: VER EDITAL

quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

... A profissionais da Educação e Saúde: urgente!!!

A partir desta quarta-feira, os profissionais de saúde e de estabelecimentos públicos de ensino estão obrigados a notificar as secretarias municipais ou estaduais de Saúde sobre qualquer caso de violência doméstica ou sexual que atenderem ou identificarem.

"Essa é mais uma conquista da Área Técnica de Vigilância em Violências e Acidentes do Ministério da Saúde, afirma a coordenadora Marta Maria Alves da Silva."

A obrigatoriedade consta da Portaria nº 104 do Ministério da Saúde, publicada hoje, no "Diário Oficial da União" - texto legal com o qual o ministério amplia a relação de doenças e agravos de notificação obrigatória.

Atualizada pela última vez em setembro de 2010, a LNC (Lista de Notificação Compulsória) é composta por doenças, agravos e eventos selecionados de acordo com critérios de magnitude, potencial de disseminação, transcendência, vulnerabilidade, disponibilidade de medidas de controle e compromissos internacionais com programas de erradicação, entre outros fatores.

Com a inclusão dos casos de violência doméstica, sexual e outras formas de violência, a relação passa a contar com 45 itens. Embora não trate especificamente da violência contra as mulheres, o texto automaticamente remete a casos de estupro e agressão física, dos quais elas são as maiores vítimas. A Lei 10.778, de 2003, no entanto, já estabelecia a obrigatoriedade de notificação de casos de violência contra mulheres atendidas em serviços de saúde públicos ou privados.

Segundo o Ministério da Saúde, a atualização da lista ocorre por causa de mudanças no perfil epidemiológico e do surgimento de novas doenças e também da descoberta de novas técnicas para monitoramento das já existentes, cujo registro adequado permite um melhor controle epidemiológico. Na última atualização haviam sido acrescentados à lista os acidentes com animais peçonhentos, atendimento antirrábico, intoxicações por substâncias químicas e síndrome do corrimento uretral masculino.

A Portaria nº 104 também torna obrigatória a notificação, em 24 horas, de todos os casos graves de dengue e das mortes por causa da doença às secretarias municipais e estaduais de Saúde. Também devem ser comunicados todos os casos de dengue tipo 4. As secretarias, por sua vez, devem notificar as ocorrências ao Ministério da Saúde.

domingo, 23 de janeiro de 2011

... Contra o cerco midiático a Cuba ...

Reproduzo artigo de Stela Pastore, publicado no Maragata's Blog:

Cuba precisa vencer um obstáculo informativo: mostrar a realidade para o mundo sem distorções. “Temos que derrotar o muro do silêncio que se estabelece sobre o país. Queremos a verdade e tudo faremos para denunciar as agressões do império e das políticas neoliberais sobre todos os povos”, destacou a coordenadora do Instituto Cubano de Amizade entre os Povos (ICAP), Kenia Serrano.

A dirigente reforçou que na guerra de informação a rede web 2.0 – mais interativa – possibilita que cada um seja um veículo de informação. As declarações foram feitas na abertura da I Brigada Mundial contra o Terrorismo Midiático, realizada de 16 a 26 de novembro, em Caimito, a 45 km de Havana, reunindo mais de 60 comunicadores de 19 países. Vários jornalistas gaúchos integraram a atividade, entre eles o presidente e vice do Sindicato dos Jornalistas do Rio Grande do Sul, José Nunes e Milton Simas.

Combater as mentiras e manipulações nos meios de comunicação internacionais foi o objetivo do encontro que encerrou na véspera da publicação de dados no Wikileaks, por Julian Assange, que vem transtornando o conceito de informação e segurança no mundo.

Uma das primeiras ações da Brigada foi publicizar uma ampla lista de sites cubanos (veja os endereços no site do sindicato). “A internet foi feita para Cuba”, disse Fidel Castro ainda 1989. A frase ilustra um quadro no Palácio da Computação, em Havana, onde os jornalistas foram convidados a conhecer o programa de inclusão digital do país. Esta ilha comprida e estreita de 110 992 km2 é bordada de cabos de fibra ótica em todo o solo dos 169 municípios de suas 14 províncias. Há centros de formação – www.jovenclub.cu – tanto nas áreas urbanas como rurais, incentivando a familiarização com a informática. O estímulo ao setor garante que país tenha a exportação de sofwares como segundo item na balança comercial.

EUA impede cubanos de acessar internet

A internet talvez seja a principal arma deste combate midiático. Uma guerra feita de batalhas diárias, sistemática, usando a manipulação, a distorção, a desinformação e o preconceito para atacar a experiência socialista dentro e fora do país. Porém, o bloqueio americano limita o acesso a rede na ilha. Não há qualquer censura ao acesso a sites por parte do governo. O que há é banda estreita, o que determina prioridades de acesso aos setores sociais, de educação, de pesquisa e governamentais.

Grandes esforços estão sendo feitos para garantir banda larga à população. Atualmente a conexão é via satélite por meio de dois provedores, meio mais lento e caro. Mesmo que os cabos de fibra ótica estejam a 5 km da costa, os cubanos estão impedidos pelos EUA de fazer uso. Para ampliar o acesso, um cabo de fibra ótica está sendo instalado desde a Venezuela e deve entrar em operação até junho de 2011.

Bloqueio econômico é mantido apesar da ONU

O bloqueio econômico, vigente desde 1962, já causou um prejuízo estimado em US$ 751 bilhões ao pequeno país de 11 milhões de habitantes. A Assembleia-Geral da ONU condenou, em outubro o embargo comercial americano. Foi a 19ª que isso ocorreu sem qualquer avanço. A resolução teve apoio de 187 dos 192 países membros. Antes da revolução de 1959, 70% das importações vinham dos EUA, país destino de 67% dos produtos cubanos.


O embargo proíbe que empresas americanas tenham relações comerciais com Cuba, ou se associem a outras, de outros países, que mantenham comércio com Cuba. Um estudo recente divulga os danos do bloqueio (www.cubavsbloqueo.cu). “Estas sanções são as mais prolongadas da história e privam o povo cubano de desenvolver-se como poderia. Castiga-se também os que comerciam conosco”, registra a subdiretora para a América do Norte do Ministério das Relações Exteriores, Johana Tablada.

Os EUA buscam historicamente anexar a ilha ao seu território e transformá-la na sua colônia de férias, a exemplo de Porto Rico. Os cubanos têm muito orgulho de sua resistência mantida há 50 anos, mesmo sofrendo os abalos climáticos e uma guerra econômica que penaliza toda a população. “Chamam Fidel Castro de ditador, mas são os Estados Unidos que proíbem que seu povo visite Cuba”, exemplifica o jornalista Milton Simas. Esta guerra para dominar a ilha já matou mais de 3.500 cubanos, e incapacitou outros dois mil. Fidel Castro sofreu mais de 600 atentados neste período.

Denúncia de cerco rádio-eletrônico americano a ilha

A tentativa de minar a resistência cubana também é feita diariamente por um circuito rádio-eletrônico. As transmissões de rádios e tevê chegam facilmente a ilha, distante apenas 180 Km de Miami. Tubal Paez, presidente da União dos Periodistas Cubanos, denuncia a ofensiva dos vizinhos do norte: “são geradas 1900 horas semanais de programação para semear o descontentamento, dúvida, desânimo e desconfiança para instigar mudanças internas”.

Tubal destaca que o ataque midiático ocorre tanto pelo fator psicológico como pelos limites materiais. “Nos bombardeiam com uma política de entretenimento consumista abusiva. Este esforço dos comunicadores de nos conhecer e defender é muito útil”, registrou. Para ele, a revolução é fruto da resistência dos cubanos em construir o socialismo e a solidariedade internacional. “Cuba não teria sobrevivido sem isso. Não vivemos num mar de rosas, mas saber que se preocupam conosco nos alenta”, conclui Paez.

Jornalistas desmascaram farsa da blogueira Yoani

Um diversificado grupo de jornalistas blogueiros cubanos (veja links abaixo) participou das atividades e lamenta que as inverdades divulgadas por Yoani Sánchez tenham ganho notoriedade, num despropósito diante do que se passa. Em seu blog, traduzido para 18 idiomas, ela fala mal de Cuba e das condições de vida. Mesmo podendo viver na Suíça, voltou a morar na ilha. Tem recebido prêmios e distinções de meios conservadores e inventou uma agressão da polícia nacional, conhecida por ser a mais pacifica do mundo.

Norelys Morales Aguilera é jornalista e blogueira, criadora de uma rede internacional de comunicadores latino-americanos e confirma que Yoani é uma empregada da ciberdissidência: “é uma espécie de contratada virtual. Está no lugar dos fatos, fala de repressão, dá entrevistas à direita e à esquerda, posta qualquer conteúdo sem ser incomodada e queixasse de censura. Muito típico da ‘refinada repressão’ da qual se diz vítima, a pobre”, ironiza Norelys. Numa de suas postagens, intitulada de “Si los blogs son terapêuticos, quién paga la terapia de Yoani Sánchéz?”, Norelys lista evidências do financiamento internacional desta falsa perseguida em seu país.

Uma luta de todos

O presidente do Sindicato dos Jornalistas do RS, José Nunes, expressou a posição da delegação gaúcha aos mais de 300 delegados de 56 países reunidos no 6º Colóquio pela Libertação de Cinco cubanos detidos ilegalmente há 12 anos nos Estados Unidos por combaterem o terrorismo contra Cuba. O Colóquio, realizado em Holguín, terceira maior cidade de Cuba, integrou a programação da Brigada. Fernando Gonzalez, Ramon Labañino, Antônio Guerrero, Gerardo Hernandez e René Gonzalez estão detidos desde 1998 por terem evitado atos de grupos terroristas norte-americanos contra a ilha.

O sindicalista alerta sobre a necessária ação dos profissionais de comunicação. “A profissão de jornalista é uma função social para mostrar a verdade. Viemos ver de perto os estragos que o imperialismo causa aos povos e, de forma mais escancarada e raivosa, ao povo cubano. O imperialismo não hesita em valer-se da grande mídia, dos recursos de marketing e demais tecnologias para intervir na sociedade e disseminar sua visão equivocada do mundo, impondo valores que interessam as classes dominantes e a Washington. É o capitalismo se contrapondo aos princípios humanistas do socialismo”, registrou.

O professor de jornalismo da Universidade de Havana, Santiago Feliu, fala da importância dos meios digitais neste embate, porém sem descuidar dos demais, como o rádio, ainda o meio mais popular e acessível. Em Cuba, há 55 emissoras, seis canais de tevê, centenas de sites e blogues. Cerca de 3500 jornalistas atuam nos diferentes meios. Também estão no país dezenas de correspondentes internacionais de 25 agências de notícias.

“Esta luta pela informação democrática é de todos. Devemos estar juntos em todos os lugares e promover o esclarecimento. A luta informativa e as mobilizações são fundamentais para garantir a soberania dos povos”, conclamou o radialista peruano, Carlos Vasquez, da rádio Cielo, em Lima.

A ciberguerra começou

Che Guevara e o exército rebelde sabiam do valor de ganhar a guerra da informação e criaram a Rádio Rebelde em 1958, denunciando os crimes da ditadura, os combates na Sierra Maestra e as ações necessárias para libertar a ilha. Esta luta continua no campo informativo. Após a prisão de Julian Assange, do Wikileaks, o sociólogo Manuel Castells, acadêmico mais citado na área da comunicação, escreveu que a ciberguerra já começou. Ainda em 1988, quando a rede web engatinhava, afirmou: o poder tem medo da Internet.

Mudanças na economia mobilizam país

A atualização do modelo econômico cubano é a principal pauta. Todas as propostas de mudança estão colocadas para debate em um texto de 32 páginas ou em meio digital e serão definidas no 6º congresso do Partido Comunista de Cuba em abril. Serão medidas duras, mas necessárias. Estão sendo debatidas com a população com o objetivo de reduzir o paternalismo estatal e garantir maior equilíbrio econômico. “A revolução é mudança permanente”, orienta o presidente Raul Castro.

Estima-se que 20% dos servidores públicos, de um total de 5,6 milhões de trabalhadores economicamente ativos, estejam em funções obsoletas e serão realocados para outras atividades estatais ou estimulados a atuar em 178 serviços autorizados para o trabalho privado em forma de cooperativas. Também estuda-se eliminar a cartela de abastecimento – “libreta” – sistema de alimentação subsidiado.

“Não podemos seguir adiante sem estas transformações. Precisamos produzir mais comida e mais bens”, reconhece o líder da Central de Trabalhadores de Cuba, Raymundo Fernandez. E esclarece: ”É uma atualização do socialismo e não uma migração ao capitalismo, como tenta-se fazer acreditar.”

O bloqueio econômico, os impactos climáticos e a crise do capitalismo mundial são fatores que estimulam as mudanças. Na última década, 16 furacões devastaram a ilha, com grandes prejuízos. A crise mundial reflete-se na redução do preço pago ao níquel, produto número um na balança comercial de exportação de Cuba, que reduziu de 54 mil dólares para 8 mil dólares a tonelada no mercado internacional.

Por outro lado, a expectativa de vida aumentou: passou de 51, em 1955, para 78 anos, o que também obrigou a ampliar a idade de aposentadoria de 60 para 65 anos, já em vigor. Em 1989, havia sete cubanos ativos para um aposentado. Atualmente, este número reduziu para a metade.

Para muitos cubanos, as medidas são a regularização de algo que hoje está na clandestinidade. E há muito tranqüilidade em áreas fundamentais que dão ao país os melhores dados no Índice de Desenvolvimento Humano. Antes da Revolução, a taxa de analfabetismo era de 18% e atualmente é zero; o número de professores subiu de nove mil para 137 mil. O total de médicos aumentou de 6.280 para 72 mil. A mortalidade infantil, que era de 60 a cada mil nascidos vivos, reduziu para 5,3, uma das menores do mundo. Não está prevista qualquer mudança nos sistemas de saúde e educação, que continuam integralmente gratuitos, de qualidade e referência global. Por enquanto, o que diferencia Cuba do resto do mundo está resguardado.

*****

Sobre Yoani:

http://islamiacu.blogspot.com/2010/04/yoani-sanchez-cuba-manipulacion.html

Alguns blogues cubanos

www.haciendolascosasmal.blogspot.com
www.islamiacu.blogspot.com
www.paquitoeldecuba.wordpress.com
www.cambiosencuba.blogspot.com
www.yoandry.wordpress.com
www.la-isla-desconocida.blogspot.com
www.bloguerosrevolucion.ning.com
www.lapolillacubana.nireblog.com
www.blogcip.cu

Periodicos y revistas

Granma www.granma.cubaweb.cu www.granma.co.cu
Granma Internacional www.granma.cu www.granmai.co.cu
Juventud Rebelde www.juventudrebelde.cu
Trabajadores www.trabajadores.cubaweb.cu
Bohemia www.bohemia.cubasi.cu www.bohemia.cu
Opciones www.opciones.cubaweb.cu
El Caimán Barbudo www.caimanbarbudo.cu
Somos Jóvenes www.somosjovenes.cu
Juventud Técnica www.juventudtecnica.cu
Pionero www.pionero.cu
Zun Zun www.zunzun.cu
Alma Máter www.almamater.cu
Mujeres www.mujeres.co.cu
El Economista www.eleconomista.cubaweb.cu
Tricontinental www.tricontinental.cubaweb.cu
Cine Cubano www.cinecubano.cu/revista
Temas www.temas.cult.cu
Cubaliteraria www.cubaliteraria.com
Energía y Tú www.cubasolar.cu/biblioteca/energiaytu.html
Giga www.giga.islagrande.cu
El Nuevo Fénix www.fenix.islagrande.cu
Jitweb www.inder.co.cu/jit/
La Jiribilla www.lajiribilla.cu

Periodicos Provinciales

Guerrillero (Pinar del Río) www.guerrillero.co.cu
El Habanero www.habanero.co.cu
Tribuna de La Habana www.tribuna.islagrande.cu
Girón (Matanzas) www.giron.co.cu
5 de septiembre (Cienfuegos) www.5septiembre.cu
Vanguardia (Villa Clara) www.vanguardia.co.cu
Escambray ( Sancti Spíritus) www.escambray.islagrande.cu
Invasor (Ciego de Ávila) www.invasor.cu
Adelante (Camagüey) www.adelante.cu
26 (Las Tunas) www.periodico26.cu
Ahora (Holguín) www.ahora.cu
La Demajagua (Granma) www.lademajagua.co.cu
Sierra Maestra (Santiago de Cuba) www.sierramaestra.cu
Venceremos (Guantánamo) www.venceremos.cubaweb.cu
Victoria (Isla de la Juventud) www.victoria.islagrande.cu

Periodicos provinciales

Prensa Latina www.prensa-latina.cu www.plenglish.com
Agencia de Información Nacional www.ain.cubaweb.cu www.ain.cu
AIN Camagüey www.adelante.cu/AIN
Génesis Multimedia www.prensa-latina.cu/genesisi/index.htm
Tienda virtual www.latincuba.com

Radioemissoras

Radio Rebelde www.rrebelde.cu
Radio Habana Cuba www.radiohc.cu
Radio Progreso www.radioprogreso.cu
Radio Reloj www.radioreloj.cu
Notinet del Cubaweb www.nnc.cubaweb.cu
Radio Taíno www.radiotaino.cu www.radiotaino.cubasi.cu
Radio Enciclopedia www.radioenciclopedia.co.cu
CMBF www.cmbfjazz.cu
Radio Metropolitana (Ciudad de la Habana) www.metropolitana.cu
Radio Ciudad Habana www.habanaenlinea.cu
Radio Cadena Habana www.cadenahabana.islagrande.cu
Radio COCO (Ciudad de la Habana) www.radiococo.cu
Radio Guamá (Pinar del Río) www.rguama.co.cu www.rguama.cubasi.cu
Radio 26 (Matanzas) www.radio26.co.cu
Radio Ciudad del Mar (Cienfuegos) www.rcm.cu
CMHW (Villa Clara) www.cmhw.co.cu
Radio Sancti Spíritus www.radiosanctispiritus.islagrande.cu
Radio Surco (Ciego de Ávila) www.radiosurco.islagrande.cu
Radio Morón (Ciego de Ávila) www.radiomoron.cu
Radio Cadena Agramonte (Camagüey) www.radiocadenagramonte.cubaweb.cu
Radio Guaimaro www.radiocadenagramonte.cubaweb.cu
Radio Nuevitas www.cadenagramonte.cubaweb.cu
Radio Florida www.cadenagramonte.cubaweb.cu
Radio Victoria (Las Tunas) www.tiempo21.islagrande.cu
Radio Libertad (Puerto Padre, Las Tunas) www.radiolibertad.cu
Radio Angulo (Holguín) www.radioangulo.cu
Radio Taíno (Holguín) www.891fm.cu
Radio Bayamo www.radiobayamo.islagrande.cu
Radio Granma www.radiogranma.co.cu
Radio CMKC (Santiago de Cuba) www.cmkc.co.cu
Trinchera Antiimperialista (Guantánamo) www.cmksradio.islagrande.cu
Radio Caribe (Isla de la Juventud) www.radiocaribe.co.cu www.gerona.inf.cu/sites/webradioc/index.htm
Habanaradio www.habanaradio.cu

TV Nacional

Cubavisión (TV Cubana) www.cubavision.cubaweb.cu www.media.islagrande.com
Televisión Serrana www.tvserrana.islagrande.cu/index.htm

Telecentros provinciales

CHTV (Ciudad de La Habana) www.chtv.cubasi.cu
TV Yumurí (Matanzas) www.tvyumuri.co.cu
Perla Visión (Cienfuegos) www.perlavision.cu www.perlavision.co.cu
Centrovisión Yayabo (Sancti Spíritus) www.centrovision.cu
TV Avileña (Ciego de Ávila) www.tvavila.co.cu
Tele Camagüey http://www.tvcamaguey.co.cu
Tele Cristal (Holguín) www.aldia.cu
Tele Granma www.cnctv.islagrande.cu
Telecentro Las Tunas www.visiontunera.co.cu
Telecentro Isla de la Juventud www.islavision.co.cu
Telecentro de Villa Clara www.telecubanacan.co.cu

Otros sitios

www.cubahora.cu
www.alcaabajo.cu
www.nautica.cubasi.cu
www.cubavsbloqueo.cu
www.cubaminrex.cu www.cubagob.cu
www.cubasocialista.cu
www.cubasindical.cubaweb.cu
www.nacionyemigracion.cu
www.infomed.sld.cu

Dedicados a enfrentar la campaña mediática

www.cubadebate.cu
www.antiterroristas.cu www.mesaredonda.cu
www.elian.cu

Portales cubanos

www.cuba.cu
www.cubasi.cu
www.islagrande.cu www.cubaweb.cu
www.cubarte.cult.cu

--
 Solidariedade Internacional em 1/22/2011 11:38:00 AM



--
Viva os 52 anos da Revolução Cubana.
Liberdade para os 5 heróis cubanos

(48) 3025 2991 / 9946 9441
Associação Cultural José Martí de SC.

http://edisonpuente.blogspot.com

terça-feira, 18 de janeiro de 2011

... a notícia do momento...

"O Rio de Janeiro continua lindo..." Será? Se a gente se afastar da praia alguns quilômetros, talvez o verso da canção devesse ser substituido por: "quem é rico mora na praia, mas quem trabalha não tem onde morar..." se bem que tem muito rico que mora nas regiões que foram destruídas né?

Veja as imagens e deixe um comentário sobre o que vc acha de tudo isso!!!

Orientações a pais e educadores...

Como lidar com o choro do bebê

O fim do choro do bebê

Saiba por que o bebê chora tanto


Como lidar com o choro até 1 ano de idade


Qual é o significado do choro do seu bebê?


O BEBÊ CHORA: COMO OS PAIS DEVEM REAGIR?


... ainda bem que ...

... nem sempre há necessidade de fazer comentários!

... ainda bem mesmo ...

... que existe a música, a poesia, as palavras, o vento, a memória e as noites!




... ainda bem ...

... que a vida não pára.
Assim, a gente pode lutar para ser inteiro e viver inteiro essa vida tão rara, tão rápida, tão curta!

domingo, 16 de janeiro de 2011

Educar sem violência: IMAGENS FORMADORAS

Educar sem violência: IMAGENS FORMADORAS: "SOBRE A ALIENAÇÃO DE SI MESMO Cena do filme Quando Nietzsche Chorou (When Nietzsche Wept) SOBRE FORMAS DE LIDAR COM AS PERDAS Cena d..."

segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

... Uma experiência musical ...

Experimente ouvir no último volume!!!




Dust In The Wind - (Kansas : Composição: Kerry Livgren)


I close my eyes
Only for a moment
And the moment's gone
All my dreams
Pass before my eyes, a curiosity
Dust in the wind
All they are is dust in the wind

Same old song
Just a drop of water
In an endless sea
All we do
Crumbles to the ground
Though we refuse to see
Dust in the wind
All we are is dust in the wind, ohh

Now, don't hang on
Nothing lasts forever
But the earth and sky
It slips away
And all your money
Won't another minute buy
Dust in the wind
All we are is dust in the wind (x2)
Dust in the wind
Everything is dust in the wind (x2)
The wind








quinta-feira, 6 de janeiro de 2011

... Maria do Rosário, a ministra ...


Citando o psicanalista Carl Jung, a ministra Maria do Rosário colocou-se ao lado das populações vulneráveis e prometeu não descansar na luta pela garantia dos direitos para esses grupos:


Jung dizia que a morte de cada pessoa o diminuía, pois ele estava englobado na humanidade. E, da mesma forma que uma pessoa passando fome em Luanda, Nova Déli, Nova Iorque ou Roma nos atinge, uma brasileira ou brasileiro que sofre também atinge a humanidade”, sublinhou a ministra. Segundo Maria do Rosário, “o desrespeito aos Direitos Humanos de um indivíduo ou grupo social é igualmente inadmissível, não importa de onde sejam o perpetrador ou a vítima, ou onde ocorra a violação. [Os Direitos Humanos] não estão sujeitos a negociação, pois são indissociáveis da própria humanidade”.


quarta-feira, 5 de janeiro de 2011

... conhecimento sobre Educação e o Brincar ...


I – Dossiê - Brincar e Educação - Dossier - To play and Education

Neste número encontra-se o Dossiê “Brinquedoteca”, com alguns dos trabalhos que foram apresentados no III CIPS (Congresso Internacional de Pedagogia Social), além de outras produções relacionadas à linha editorial do periódico: “educação não-formal, educação sócio-comunitária e educação salesiana”.
Fonte: www.cev.org.br

Brevíssima história de 40 anos de políticas neoliberais



Um assíduo leitor de New Deal 2.0 faz uma aguda questão:

“Há uma questão que nunca consigo responder. Muitos especialistas dizem que a ideologia neoliberal iniciou nos anos 80 com Reagan, Thatcher e a Escola de Chicago. Mas sigo sem entender o que tornou possível esse giro na economia política. Que elementos, que novas forças nos anos 80 podem explicar essa mudança ideológica e as desigualdades que a seguiram?"
 

terça-feira, 4 de janeiro de 2011

segunda-feira, 3 de janeiro de 2011

... fique atento às listas de materiais escolar...

IBEDEC ALERTA SOBRE COMPRA DE MATERIAL ESCOLAR E SOBRE ABUSOS NA LISTA DE MATERIAL


O diretor do Instituto Brasileiro de Estudo e Defesa das Relações de Consumo – IBEDEC, Dr. José Geraldo Tardin, chama a atenção dos pais para os cuidados a serem tomados antes e depois da aquisição do material escolar:

• A escola não pode exigir a aquisição de uma determinada marcar, loja e nem mesmo que o material seja comprado na escola.
• Faça um balanço do que restou do período anterior verificando a possibilidade de reaproveitamento.
• Leia com atenção a lista que a escola pede. Veja se a quantidade e realmente adequada ou se a escola esta pedindo algo fora do normal e questione a direção sobre isto.
• Não e preciso comprar todo material escolar no inicio do ano, os pais podem combinar com a escola e adquirir apenas os produtos a ser utilizados no 1º semestre.
• Para economizar, é preciso pesquisar os preços. Percorrer papelarias, depósitos, lojas de departamento, sites é ate supermercados.
• Organize grupos de pais que, juntos, poderão discutir a possibilidade com os fornecedores de descontos ainda maiores.
• Procure comprar somente o necessário, levando em consideração as taxas de juros, nos pagamentos a prazo.
• Exija sempre a nota fiscal com os artigos discriminados. Recuse quando for relacionado apenas o código do produto pois dificultará sua identificação
• Fique de olho nas embalagens de materiais como colas, tintas, pincéis atômicos, fita adesiva que deve conter informações claras e precisas a respeito do fabricante, origem, instruções de uso, grau de toxidade, tudo em língua portuguesa.
. Exija da escola a disponibilização de duas ou três empresas para fornecimento do uniforme, que só pode pedir padronagem de cores, modelo e logotipo da escola. A definição do tecido e a opção de contratar uma costureira particular para o trabalho, deve ser dada aos pais, inclusive com o fornecimento da logomarca para impressão.
CUIDADOS COM ABUSOS
A escola só pode exigir material didático de uso individual. É proibido a solicitação por parte das escolas de materiais de uso coletivo (Giz branco, pincéis para quadro branco, por exemplo), material de higiene – incluindo papel higiênico, material de limpeza, álcool – ou taxas para suprir despesas com água, luz e telefone, pois todos estes custos já estão incluídos no cálculo da mensalidade.

ATENÇÃO REDOBRADA

Exija e guarde as notas fiscais dos produtos comprados.

Havendo problemas com cadernos, livros, mochilas e outras mercadorias, mesmo que sejam produtos importados, o consumidor tem seus direitos resguardados pelo Código de Defesa do Consumidor.

Não perca os prazos para reclamar : 30 dias para produtos não duráveis e 90 dias para os duráveis.

Após a reclamação e não havendo solução para o problema em 30 dias caso possível solucionar, o consumidor tem 5 anos para recorrer ao Judiciário e buscar as indenizações cabíveis.


FONTE: IBEDEC - Instituto Brasileiro de Estudo e Defesa das Relações de Consumo
CLS Quadra 414, Bloco “C”, Loja 27 Asa Sul – Brasília/DF – Fone: (61) 3345-2492 e 9994-0511
Site www.ibedec.org.br E- mail consumidor@ibedec.org.br

... que fique bem claro...

... o que já é passado e o que ainda não aconteceu!!!

Doutorado em Educação Física

Abertas as Inscrições Para o Doutorado em Educação Física da UEL/UEM. Até 9 de Feveriro de 2011

Período de inscrição: 01 a 09 de fevereiro de 2011.

Homologação das inscrições: 14 de fevereiro de 2011. Site: http://www.uel.br/pos/ppgef/index.htm

Período de seleção: 16 e 17 de fevereiro de 2011.

Data de divulgação do resultado: 18 de fevereiro de 2011, pelos sites http://www.uel.br/proppg/portal/pages/pos-graduacao/editais.php e/ou   http://www.uel.br/pos/ppgef/index.htm, a partir das 14h. Não será informado resultado por telefone.

... admiro os cubanos ainda mais ...

... principalmente porque eles ajudam a desmascarar os interesses exclusivistas, demagógicos e alienantes estadunidenses.
 
Médicos cubanos no Haiti deixam o mundo envergonhado

Números divulgados na semana passada mostram que o pessoal médico cubano, trabalhando em 40 centros em todo o Haiti, tem tratado mais de 30.000 doentes de cólera desde outubro. Eles são o maior contingente estrangeiro, tratando cerca de 40% de todos os doentes de cólera. Um outro grupo de médicos da brigada cubana Henry Reeve, uma equipe especializada em desastre e em emergência, chegou recentemente. Uma brigada de 1.200 médicos cubanos está operando em todo o Haiti, destroçado pelo terremoto e pela cólera. Enquanto isso, a ajuda prometida pelos EUA e outros países...O artigo é de Nina Lakhani, do The Independent
Eles são os verdadeiros heróis do desastre do terremoto no Haiti, a catástrofe humana na porta da América, a qual Barack Obama prometeu uma monumental missão humanitária dos EUA para aliviar. Esses heróis são da nação arqui-inimiga dos Estados Unidos, Cuba, cujos médicos e enfermeiros deixaram os esforços dos EUA envergonhados.
 
 

... será possível? Eu acredito!

Jornalismo para quem precisa: uma proposta para 2011

A demanda por um jornalismo de maior qualidade terá que ser suprida por repórteres ciosos de outro tipo de jornalismo, mais aberto e solidário, comprometido com a verdade factual e a honestidade intelectual, interessado em boas histórias. Um jornalismo mais leve e mais humano, mais preocupado com a qualidade da informação do que com a vaidade do furo. Um jornalismo vinculado à realidade, não a interesses econômicos. E isso, certamente, só poderá ser viabilizado dentro de outro modelo, cooperativo e democrático, a ser exercido a partir das novas mídias virtuais. O artigo é de Leandro Fortes.

Há alguns dias, lancei na minha página do Facebook uma idéia que venho acalentando há tempos, desde que encerrei um curso de extensão para uma faculdade privada de jornalismo, aqui em Brasília. O curso, de Técnica Geral de Jornalismo, reuniu pouco mais de 10 alunos, basicamente, porque era muito caro. Embora tenha sido uma turma de bons estudantes, gente verdadeiramente animada e interessada no ofício, me senti desconectado da real intenção do curso, que era de fazer um contraponto de método, opinião e visão ideológica a esse jornalismo que aí vemos, montado em teses absurdas, em matérias incompletas e mentirosas, omissas em tudo e contra todos, a serviço de um pensamento conservador, reacionário e golpista disseminado, para infelicidade geral, c omo coisa normal. Não é. E é sobre isso que eu queria falar enquanto ensinava, dia a após dias, os fundamentos práticos da pauta, da entrevista, da redação jornalística, da nobre função do jornalista na sociedade, no Brasil, na História.

Perguntei, então, no Facebook... leia na íntegra aqui

domingo, 2 de janeiro de 2011

Feliz 2011!!!!

Seja esse novo ano, um ano de novas oportunidades. 
Entre elas, a de fazer o bem ao próximo, seja ele quem for. Se levarmos isso a sério, ao final do ano, teremos muito menos pessoas deprimidas e solitárias.
Um grande abraço meu e um FELIZ 2011!!!