sábado, 9 de junho de 2012

O Japão, o Tsunami e o futuro do planeta

Vivemos tempos, há muito tempo, em que as ações dos homens, marcam o planeta quando modificam o relevo e constroem gigantescos monumentos à inteligência humana. Me refiro às grandes construções que às custas da destruição e/ou desorganização da fauna e flora, alteram o funcionamento climático do planeta. 

Dizem que não há como prever efetivamente as consequências das ações do homem sobre a natureza, mas é possível acertar que, o que já veio e virá não são coisas boas. As gerações futuras saberão aquilo que nós estamos chamando de previsão.

Compartilho uma reflexão sobre o acidente nuclear no Japão em março de 2011.

Sérgio Moura

------------------------

Os deletérios impactos da crise nuclear no Japão, artigo de Paulo Marques

RESUMO
O artigo aborda o acidente nuclear no Japão em 11 de março de 2011. Em decorrência do terremoto seguido de tsunami, foram danificados três dos seis reatores existentes no complexo Daiichi-Fukushima. Ocorreram explosões, seguidas da liberação de materiais radiativos ao meio ambiente. São mostrados os efeitos danosos nos casos da exposição do homem a radiações.  Comenta-se a existência do principal nó górdio da geração nucleoelétrica, que é a produção do indescartável lixo atômico.
Palavras-chave: Acidente nuclear, Fukushima, Efeitos da radiação, Lixo atômico.

Acesso ao artigo clique AQUI