sexta-feira, 10 de agosto de 2012

A greve na universidade federal e suas contradições

O desabafo e os questionamentos de um professor em greve

"Ao longo dos meus 44 anos neste momento, tenho vivenciado muitas coisas boas e ruins apresentadas pelo mundo. Tenho como todos os seres humanos existentes no planeta, sentido tristezas, alegrias, raiva, mágoas, rancor, desejos, sensação de perda e de vitória, de fé, de desespero e, em uma quantidade cada vez maior em minha vida, a sensação de dúvida e de indignação." (Baptista, 2012)


Vale a pena o Clique - baixe e leia.