segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

Hélio Ziskind fala sobre música e educação


Aprender por afeto

Autor de uma centena de canções para a TV Cultura, Hélio Ziskind defende o poder da música para criar vínculos emocionais com temas da educação. Foto: Amanda Perobbeli

Um ratinho passeia em um carro, entra em sua toca e pula para a banheira. Ali, canta as partes do corpo e cria uma espécie de jogo que ensina a autonomia na hora do banho para as crianças. A música Ratinho Tomando Banho, uma das marcas do Castelo Rá-Tim-Bum, da TV Cultura, é um bom exemplo do universo criado por Hélio Ziskind na produção musical infantil. Autor de uma série de vinhetas para programas e de cerca de cem músicas para o programa Cocoricó, Hélio consegue compor canções com teor educativo mantendo o seu aspecto lúdico, sem pender para o doutrinamento. Uma abordagem que pode ajudar a trabalhar grandes temas de educação, defende. “O que a música faz não é ensinar, mas criar um vínculo afetivo com determinado assunto”, explica. “Como a escola se propõe a estabelecer uma relação entre ensino e vida, a música é celebradora dessa passagem.”

Fonte: Carta Fundamental (Carta Capital)
Leia o conteúdo completo da entrevista Clique Aqui