terça-feira, 30 de setembro de 2014

XVI Semana de História - UEG Quirinópolis/GO


Visitantes e Seguidores, já estão abertas, desde o último dia 15 de setembro, as inscrições para o XVI Semana de História que ocorrerá na UEG de Quirinópolis 27 de Outubro a 01 de Novembro.
As inscrições de Comunicações Coordenadas até o dia 10/10/2014.

Haverá apresentação em pôster.

Enviar trabalho para e-mail:  anaishistoriaueg@gmail.com




segunda-feira, 29 de setembro de 2014

I Seminário Internacional de Formação Profissional no campo da Educação Física

Entre os dias 05 e 07 de novembro de 2014, em Goiânia, no auditório da Faculdade de Educação Física e Dança (FEFD) da Universidade Federal de Goiás (UFG), acontecerá este seminário, simultaneamente à Semana Científica da FEFD/UFG, comemorando e refletindo seus 25 anos de Formação. 

Tem como finalidade promover o debate e articulação internacional sobre a formação em Educação Física no Brasil e na América Latina.

Para se inscrever Confira Aqui

sexta-feira, 26 de setembro de 2014

Mestrado e Doutorado em Estudos Literários - UNEMAT




quinta-feira, 25 de setembro de 2014

Contra a barbárie institucional - retrocesso a vista

NOTA DE REPÚDIO DA UnU GOIÂNIA – ESEFFEGO À NOVA REESTRUTURAÇÃO CURRICULAR DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS
 
            Em reunião de congregação realizada no dia 04 de setembro de 2014 no auditório da UnU Goiânia ESEFFEGO, alunos, funcionários e docentes desta unidade votaram de forma unânime pela elaboração de uma nota pública de repúdio contra a maneira autoritária e anti-democrática na qual foi construída e aprovada a atual reforma curricular da Universidade Estadual de Goiás, capitaneada pelo Magnífico Reitor da UEG, Dr. Haroldo Reimer, através de reunião do Conselho Universitário desta universidade.
            Durante o primeiro semestre de 2014 foram realizados vários encontros e debates regionais com o chamado “Grupo de Trabalho de Desenvolvimento Curricular na UEG” que era composto por 18 professores da universidade e escolhidos pela Administração Superior da UEG. Após muitos encontros e discussões em várias unidades, ficou evidente a grande oposição da maioria dos professores e alunos frente à nova reestruturação curricular posta em vigor. Destaque-se ainda que esta contraposição da comunidade universitária foi não somente contra a nova forma de organização curricular a ser adotada, mas também com relação à maneira em que a mesma foi sendo construída pelos membros do GT e Pró-Reitoria de Graduação, ou seja, de forma autoritária, verticalizada e unilateral.
            A elaboração de um novo currículo deveria ter sido pautada por uma relação dialógica e democrática, construída a partir da base, ou seja, a partir das sugestões, das experiências e estudos  dos professores, alunos e servidores administrativos.
            Não bastasse a postura arrogante, imediatista e dogmática do GT num pseudomovimento que teve aval da Pró Reitoria de Graduação, registramos ainda a forma pragmática que se buscou a aprovação da reforma curricular pelo Conselho Universitário da UEG, ou seja, antes mesmo do término da programação de encontros da base para as discussões acumuladas na ponta da corrente, nas unidades universitárias. Em uma universidade multicampi, com quase meia centena de unidades um processo de revisão curricular macro foi aprovado no período de um ano, a partir da implantação do GT responsável pela condução dos trabalhos.
            A “nova” reforma curricular da UEG traz em seu discurso a retórica da “qualidade” e da “formação humanista”, mas na realidade materializa velhos conceitos e costumes, prática que joga com a reprodução da sociedade vigente. Trata-se de estratégias que representa uma (ainda) maior adaptabilidade da universidade à imprevisibilidade do mercado, dentro de uma racionalidade tecnicista e empresarial, que tenta esconder seus principais objetivos, como o barateamento de custos com maior produtivismo.
            As consequências destas políticas neoliberais, camufladas na forma de reformas curriculares são óbvias, como a intensificação do trabalho docente, a precarização do ensino e uma formação que tenta preparar o aluno não somente para o mercado, mas para o emprego precário, para o auto emprego e para o desemprego, dentro da lógica das competências de interesse do mercado capitalista.
            Vale reiterar que este modelo de currículo que ora se implanta na UEG não possui nada de novo, é uma cópia mal feita dos currículos das Universidades Federais após o REUNI (Programa de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais), que provocaram, naquelas instituições de ensino superior, a superficialização dos conteúdos, a fragmentação de disciplinas, a intensificação do trabalho docente e, ainda, o aligeiramento da formação discente para se ter trabalhadores disciplinados no que se refere à obediência civil e ideológica e flexíveis frente às novas estratégias escravistas do mercado.
            Sendo assim, conclamamos a todas as Unidades da UEG que se mobilizem e se contraponham a esta implantação arbitrária e autoritária do novo currículo na UEG, que está sendo imposto em nossa universidade de forma unilateral e pragmática, com objetivos escusos e mesquinhos para atender aos fetiches e interesses do insaciável mercado do capital.
 
Congregação da UnU Goiânia ESEFFEGO em 16 de setembro de 2014.

quarta-feira, 24 de setembro de 2014

Teatro grátis... ali pertinho!

Com vocês, no começinho de outubro nos dias 02, 03 e 04 (quinta, sexta e sábado), a mais nova montagem da Cia. Teatral Oops!.., o espetáculo “Arruda com Alecrim”.

A montagem é fruto do processo de Intercâmbio e Residência "Interações Cênicas", que tem o Apoio Institucional do Fundo Estadual de Cultura de Goiás.

O intercâmbio e a residência se deram com o Grupo Trupicão de Teatro, pautados em uma pesquisa acerca de técnicas teatrais e, também, sobre a culturalidade goiana, buscando descobrir elementos das raízes culturais do nosso Estado, que nos ajudam a compreender e perceber o modo de ser e pensar goiano. Todas as apresentações serão gratuitas.

Fonte: Cia Oops!



terça-feira, 23 de setembro de 2014

V Seminário Educação dos Corpos, Culturas, História - UFSC

(IV Seminário Internacional A Teoria Crítica Hoje)


Data: 07/10/2014 até 10/10/2014

Local: UFSC

PROGRAMAÇÃO


07.10.2014
17:30 horas: Abertura de Evento
18:00 horas: Palestra: Michel Foucault, 30 anos depois de sua morte: atualidade e crítica iluminista (Edgardo José Manuel Castro, CONICET, Argentina). Coordenador: Norberto Dallabrida (UDESC/CNPq); Debatedor: Alexandre Fernandez Vaz (UFSC/CNPq).

08.10.2014 - 18 horas
Palestra: Da educação do olhar: Sade entre Lacan, Pasolini e Horkhemer e Adorno (Vanessa Cunha Prado D Afonseca, Núcleo de Estudos e Pesquisas Educação e Sociedade Contemporânea/sede São Paulo). Coordenador: Divino José da Silva (UNESP-Presidente Prudente/PPGE/UFSC). Debatedor: Raumar Rodríguez Giménez (UdeLAR, Uruguai, DICH-UFSC).

09.10.2014 - 18 horas
Da imagem: estética e política: a propósito de Agamben e Benjamin. (María Mercedes Ruvitoso, CONICET, Argentina) Coordenadora: Ana Cristina Richter (UFSC/CNPq). Debatedora: Michelle Carreirão Gonçalves (UFRJ).

10.10.2014 - 9 horas
Palestra: Entre ensinar e transmitir (Luis Beahres, UdeLAR, Uruguai). Coordenador: Cecilia Seré Quintero (UdeLAR, Uruguai, DICH-UFSC). Debatedor: Wagner Xavier Camargo.

10.10.2014 - 14 horas
Reunião de avaliação e prospecção e desenvolvimento de redes de pesquisa

Promoção: Núcleo de Estudos e Pesquisas Educação e Sociedade Contemporânea 
Co-promoção: FAPESC (Fundação de Apoio à Pesquisa Científica e Tecnológica de Santa Catarina)






O Seminário é aberto e gratuito. Os participantes com freqüência suficiente receberão certificado emitidos pela UFSC.

sexta-feira, 19 de setembro de 2014

Especialização em Educação Infantil - FE/UFG

A Coordenação do Curso Pós-Graduação Lato Sensu – Especialização em Educação infantil, da Faculdade de Educação da Universidade Federal de Goiás (FE/UFG), torna público o presente Edital para a abertura de inscrições ao processo seletivo do referido curso. 

As inscrições vão até dia 30 de setembro de 2014.
De 2ª feira à 6ª feira, exceto feriados, no horário das 8h às 12h e das 14h às 21h, e aos sábados das 8h às 13h, na Secretaria do Curso de Especialização em Educação Infantil, situada na Faculdade de Educação da UFG, sala 217, Setor Universitário. 

Para maiores informações, contatar pessoalmente a secretaria ou ligar para o telefone (62)3209-6206, e acessar o Edital e a ficha de inscrição www.nepiec.com.br

O Curso realizar-se-á no período de 17 de outubro de 2014 a 30 de abril de 2016, totalizando a carga horária de 515 horas, e será ministrado às sextas-feiras, das 18h30min às 22 horas e aos sábados das 7h30min às 12 horas e das 13h30min às 17h30min, conforme cronograma acadêmico.

Observação Importante:

Poderá se candidatar ao Curso o profissional que cumprir os seguintes requisitos:
I- ter concluído o curso de Pedagogia ou Normal Superior, em instituição devidamente reconhecida pelo MEC;
II- atuar em Educação Infantil no exercício da docência, em turmas de crianças, na gestão (direção, vice-direção, coordenação pedagógica) e/ou de cargo ou função técnica em equipes de educação infantil da Secretaria de Educação, com vínculo efetivo na rede pública de ensino; 
III- ter experiência de atuação de, no mínimo, três (3) anos na Educação Infantil;
IV- comprometer-se a permanecer atuando na Educação Infantil durante o curso e, no mínimo, pelo mesmo período de realização do curso, após a formação;
V- ter disponibilidade de, pelo menos, 10 horas semanais para estudos complementares durante o curso.

quarta-feira, 17 de setembro de 2014

Mestrado em Serviço Social - Estadual da Paraíba

O Programa de Pós-Graduação em Serviço Social (PPGSS) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), divulgou o edital do processo seletivo para nova turma do mestrado em Serviço Social. As inscrições começaram hoje (17) e vão até dia 17 de Outubro.

Mais informações confira o edital AQUI

segunda-feira, 15 de setembro de 2014

II Colóquio Política e Administração de Sistemas Educacionais - UFMG



II Colóquio Política e Administração de Sistemas Educacionais: estudos comparados em gestão de sistemas de educacionais. Esse colóquio têm por objetivo debater pesquisas concluídas e/ou estudos em desenvolvimento sobre a gestão do sistema educacional tripartite brasileiro, nesse ano com ênfase nos estudos sobre gestão municipal da educação básica.

Página do evento em construção. Mais informações traremos em breve! Mas, já é possível pensar na possibilidade de ir, reservar a agenda, vôo, hotel, etc.

sábado, 13 de setembro de 2014

Grilagem na Educação Pública brasileira

O Blog aproveita o momento em que de diversos lugares brotam movimentos de repúdio e monções de apoio, para chamar a atenção dos colegas professores de Goiânia, Goiás e de todo Brasil, exemplos como esses dos colegas da Rede Municipal de Educação da Cidade de Campinas-SP estão acontecendo ora mais explícitos, ora mais velados, mas causando prejuízos irreversíveis em muitos contextos profissionais, bem como, na realidade das escolas públicas.

Abaixo, apresentamos uma carta do coletivo de professores da Faculdade de Educação da UNICAMP, em que se manifestam acerca de uma intervenção arbitrária da Prefeitura e Secretaria de Educação de Campinas-SP. De olhos, ouvidos e sétimos sentidos atentos, pois não se sabe de onde vem o próximo tiro!

Vale a pena a leitura, pois a ignorância sobre os atos dos canalhas, fazem muitos inocentes sofrerem as consequências institucionais, sociais e da dignidade profissional.



sexta-feira, 12 de setembro de 2014

Carta Aberta à Comunidade Acadêmica Brasileira

Olá pessoal,

O blog posta mais essa carta aberta à comunidade acadêmica, pois as razões que levam ao afastamento deste professor da coordenação do departamento de documentação, me parece ser a mesma que em outras instituições e outros colegas se vêem prejudicados. A força tratoral daqueles que ignoram o lugar e a importância das ciências humanas no conjunto da Universidade. Em face de mais esse episódio, vamos colecionando uma série de fatos extremamente desanimadores... mas isso não significa rendição. Aguardem!

--------------------------

Comunicado do Prof. Antonio Celso Ferreira: carta aberta a toda comunidade - 11/09/14
Carta aberta aos estudantes, professores, servidores, pesquisadores, apoiadores do Cedem/Unesp e a toda a comunidade universitária

            Deixo hoje, 11/09/2014, a coordenação do Centro de Documentação e Memória da Unesp, função que ocupei desde fevereiro de 2011 e que me trouxe grande satisfação, apesar das contínuas dificuldades que eu e minha pequena equipe enfrentamos nesse período à testa desse importante órgão de preservação da memória da universidade e da memória social. O resultado desse trabalho, ainda que sumário, pode ser conferido na edição de setembro de 2014 do Jornal Unesp, encontrado tanto na forma impressa quanto na eletrônica (www.unesp.br). Outras informações sobre as atividades desenvolvidas constam também da página do próprio centro (www.cedem.unesp.br), por nós recriada em 2011 e que a duras penas tentamos manter, quase amadoristicamente, uma vez que o centro não tem em seus quadros um profissional especializado para essa função. Outros relatórios da gestão podem também ser obtidos junto ao Cedem, já que são públicos.
            A marca principal da nossa gestão foi a reorganização do Cedem que, em seus mais de vinte anos de vida, ainda enfrenta sérios obstáculos para a consecução dos seus objetivos. Reformamos as suas instalações, reorganizamos seu acervo e avançamos na digitalização da documentação que se encontra sobre sua guarda. Nosso propósito para o próximo ano seria tornar disponíveis as fontes digitalizadas através de um novo Sistema Eletrônico de Gestão dos Acervos Permanentes, especialmente criado para essa finalidade, já concluído e pronto para receber a migração dos dados armazenados no antigo banco eletrônico, ainda em vigor apesar de tecnicamente obsoleto. Pretendíamos, a partir da implantação do novo Sistema, conectar o Cedem com os demais centros de documentação e memória da Unesp, de modo a contribuir para a pesquisa em toda a universidade nas diversas áreas das Ciências Humanas, bem como em áreas transdisciplinares.
            Durante nosso período de gestão também procuramos difundir o conhecimento produzido na universidade a públicos amplos nos já afamados "Debates Cedem", que sempre contaram com significativa audiência. Organizamos mesas de debates sobre temas candentes e atuais, registramos em vídeo todas as palestras e, na medida do possível - considerando-se a precariedade dos nossos meios - procuramos divulga-los na blogosfera para estudantes, profissionais e os cidadãos em geral.
            Fui coordenador designado em função de confiança pelo Reitor, de acordo com as disposições institucionais que vinculam o Cedem à Vice-Reitoria da Unesp. Compreendo perfeitamente que cargos dessa natureza são transitórios e que se deve respeitar a decisão da autoridade que os nomeia. Da minha parte, busquei sempre corresponder à confiança em mim depositada pelo Reitor, por isso tenho a consciência tranquila quanto ao que realizei durante minha gestão. Sou, antes de tudo, professor e intelectual, pronto agora a me dedicar com mais tempo e fôlego à pesquisa, à orientação de pós-graduandos e à docência, razão de ser da profissão que escolhi.
              Não posso deixar de lamentar, contudo, o modo como se deu meu desligamento da função, que credito a dois fatores: - a incompreensão da importância do Cedem por parte das atuais autoridades universitárias, cuja visão restritamente gerencial e tecnocrática da universidade, impede a elaboração de projetos estratégicos voltados especialmente para as Ciências Humanas; - as pressões de alguns professores que, em sua ânsia pela ocupação de espaços políticos na universidade, invadem e atropelam lugares institucionais, movidos por interesses de grupos e partidos políticos, comprometendo a natureza pública da instituição. Debilitada pelos seus próprios erros e pela ausência de projetos estratégicos para a universidade, numa conjuntura de grave crise institucional, a atual gestão reitoral da Unesp preferiu ceder às pressões desses grupos, na esperança de acalmar os descontentes entregando-lhes os anéis para preservar os dedos. Faço votos de que a missão do Cedem não seja comprometida por decisões apressadas e que a memória social, sob a guarda desse órgão público, seja preservada daqueles que a querem privatizar em nome de um passado imaginário do qual não conseguem se desprender.

São Paulo, 11 de setembro de 2014

Antonio Celso Ferreira
Professor Titular de História do Brasil da FCL, Assis, Unesp

STF confirma que o ANDES-SN é o sindicato legal dos docentes das IFES

Ainda que com contradições e lutas, essa é uma ótima notícia.



O Supremo Tribunal Federal confirmou nesta semana a legalidade do ANDES-SN para representar os docentes das instituições de ensino superior públicas, colocando fim ao questionamento apresentado pelo Proifes, em relação à validade do ato do então Ministro do Trabalho e Emprego Carlos Lupi, que restabeleceu em 2009 o registro sindical do Sindicato Nacional.

O trânsito em julgado no STF do Mandato de Segurança (MS 14.690) impetrado pelo Proifes em 2009, publicado nesta quarta-feira (10), põe fim ao processo iniciado pelo braço sindical do governo que buscou na via jurídica, sem demanda legítima da base e sem sustentação legal, questionar o ANDES-SN. 

A última decisão da 2ª Turma do STF, que rejeitou por unanimidade o Embargo de Declaração apresentado pelo Proifes no processo, afirma que “não se revelam cabíveis os embargos de declaração, quando a parte recorrente [Proifes] – a pretexto de esclarecer uma inexistente situação de obscuridade, omissão ou contradição – vem a utilizá-los com o objetivo de infringir o julgado e de, assim, viabilizar um indevido reexame da causa”.

Para Paulo Rizzo, presidente do ANDES-SN, a decisão reforça o que a história do Sindicato Nacional vem confirmando durante os mais de 30 anos de luta da entidade. "Este fato nos anima a dar continuidade à luta pela valorização do trabalho docente, em conseguir reabrir com o governo a negociação da carreira dos docentes das federais, a qual foi descaracterizada e desestruturada pela ação conivente da entidade que questionou na Justiça o registro do ANDES-SN", comemora Rizzo.

Histórico

O registro do ANDES-SN foi restabelecido em 24 de junho de 2009, pelo então Ministro do Trabalho e Emprego, Carlos Lupi. Na ocasião, Lupi afirmou em seu discurso que a reativação do registro do ANDES-SN era um gesto correto e coerente. 
"Quem tem legitimidade não pode ser deslegitimado pela burocracia. A burocracia não pode ser mais importante e poderosa do que a verdade. Tenho a consciência tranquila de que este ato não está prejudicando absolutamente ninguém", disse.

Logo após, o Proifes entrou com o Mandado de Segurança questionando o ato do MTE. Desde então, a Assessoria Jurídica Nacional do ANDES-SN e as sucessivas diretorias do Sindicato Nacional, com respaldo da categoria, vinham trabalhando nas esferas jurídicas e políticas para manutenção do registro do Sindicato Nacional.

Como você olha o mundo ao seu redor?

Não situe-se no mundo como se ele te devesse coisas... queira o suficiente para viver e deixar o outro viver; não se preocupe em acumular, pois certamente, o excedente fará falta a outro ser humano...

...faz toda diferença a forma como você olha e enxerga o mundo. Nesse pequeno filme, apresento um show de sensibilidade, ternura e abertura ao inesperado.


quinta-feira, 11 de setembro de 2014

Renovação no CNE - Profa. Márcia Ângela Conselheira

Ao ser nomeada para assumir a Câmara de Educação Superior como conselheira no CNE, a professora Márcia Ângela da Silva Aguiar leva consigo, as nossas expectativas de um grande trabalho a ser realizado. Uma importante conquista para que vozes de resistência ecoem nos espaços de decisão no âmbito do ensino superior brasileiro.

O Blog do Sérgio felicita e deseja à Profa. Márcia Ângela um tempo de êxito e bons embates juntamente com os colegas que foram reconduzidos e os que foram indicados igualmente.


Carta de Jocimar sobre a Pós-Graduação



quarta-feira, 10 de setembro de 2014

Simpósio Internacional de Pesquisa em Estilos de Vida & Saúde - Ipojuca/Porto de Galinhas/PE




"Uma das metas, nesta edição, é criar oportunidades para os jovens pesquisadores brasileiros, um grupo talentoso e que merece receber um contínuo estimulo à disseminação de suas produções. Assim, procurou-se na elaboração do programa científico reunir pesquisadores seniores e outros com menor tempo de atuação na área, de modo a garantir uma troca intergeracional de conhecimentos e experiências."

4 a 6 Dezembro 2014 em Porto de Galinhas/PE e terá como tema central "Pesquisa e Intervenção em Atividade Física e Saúde em Diferentes Contextos"


Data limite para envio dos trabalhos: 26 de setembro

Temas:

  • Pesquisa e Intervenção em Atividade Física e Saúde em Diferentes Contextos
  • Atividade física e saúde na atenção básica à saúde
  • Atividade física e saúde na escola
  • Atividade física e saúde na empresa
  • Formação profissional em Educação Física
  • Vida saudável e qualidade de vida
  • Inovação na pesquisa e na intervenção em Educação Física
  • Ética na pesquisa
  • Outros

Documentários para ver e compartilhar

Uma lista de alguns documentários para ampliar e estreitar as visões de mundo. Vamos adiante e ajude a divulgar esses arquivos entre seus alunos, colegas e amigos.

A HISTÓRIA DO MUNDO EM DUAS HORAS















terça-feira, 9 de setembro de 2014

Repositório de Teses e Dissertações/ UFG




A Biblioteca Central da UFG informa que o acesso ao Repositório de Teses e Dissertações da UFG já está disponível na página www.bc.ufg.br ou diretamente no link: repositorio.bc.ufg.br/tede/

segunda-feira, 8 de setembro de 2014

III Colóquio Educação Física e Ciências Sociais em Diálogo


A terceira edição do Coloquio Educação Física e Ciências Sociais em Diálogo será realizada na UNIFESP – campus Baixada Santista, nos dias 10 e 11 de novembro de 2014.

Mais informações e inscrições confira no site do evento

domingo, 7 de setembro de 2014

Concurso Professor Educação Física e Educação Especial - ESEBA-UFU


Estarão abertas a partir do dia 16 até dia 30 de setembro, as inscrições para o concurso público de professor para a Escola de Educação Básica da Universidade Federal de Uberlândia/MG. Carreira do Magistério Federal. São duas vagas sendo:

01 Professor Licenciatura em Educação Física
01 Professor Licenciatura em Pedagogia

As inscrições devem ser realizadas, exclusivamente on line, pelo endereço eletrônico http://www.ingresso.ufu.br/sistemas/inscricao/index_inscricao.php, iniciando-se ás 00h do dia 16 de setembro de 2014 e encerram-se às 23h59min do dia 30 de setembro de 2014. 

Informações sobre as inscrições pelo Telefone: (34) 3218-2903 ou E-mail eseba@ufu.br; ou na DIRPS pelo telefone: (34) 3239-4127/4128 ou Email: atende.dirps@prograd.ufu.br. Horário de Atendimento: 8h às 17h.

Mais informações confira no Edital 065/2014

segunda-feira, 1 de setembro de 2014

Mestrado em Educação Física - UFPB/UPE


Está disponível o Edital que normatiza o processo seletivo para ingresso no Curso de Mestrado em Educação Física oferecido em regime de associação pela Universidade de Pernambuco e pela Universidade Federal da Paraíba. As inscrições seguem até o dia 17 de outubro próximo e o resultado final será divulgado até o dia 19 de dezembro de 2014.

II Seminário de Educação Física Escolar - DF

Acontece nos dias 03 e 04 de Setembro em Brasília-DF e este ano a atividade terá como tema O papel da Educação Física no processo de formação escolar. São 300 vagas e as inscrições podem ser feitas pelos professores sindicalizados e da área de Educação Física no link http://www.sinprodf.org.br/seminario-educacao-fisica/, ou pelo telefone 3343-4209.