quarta-feira, 24 de junho de 2015

Testes educacionais de alto impacto - caminho para aumentar o fosso social

Do Blog do Freitas, muitas postagens nos estimulam a replicá-las por aqui, então, farei isso com a mais recente e ao mesmo tempo. Este artigo aponta os limites de um projeto educacional, tratado pelos reformadores empresariais como a panacéia salvadora do ítem qualidade do ensino.

Acesse, leia e entenda um pouco mais sobre os efeitos nefastos de uma lógica educacional no campo da avaliação.



"USA: testes não diminuem desigualdade"

Sessenta organizações educacionais e de direitos civis nos Estados Unidos enviam carta ao Senado americano.
“Nós, as organizações abaixo assinadas, nos opomos aos testes de alto impacto porque acreditamos que estes testes estão causando danos aos alunos, às escolas públicas e para a causa da equidade educacional. Os testes padronizados de alto impacto, em vez de reduzir o fosso de oportunidades, têm sido usados ​​para classificar, ordenar, etiquetar e punir os estudantes negros e latinos, e imigrantes recentes a este país.
Opomo-nos aos testes de alto impacto, porque: